Indígenas brasileiros pedem justiça por ativista e jornalista desaparecidos na Amazónia

Indígenas brasileiros pedem justiça por ativista e jornalista desaparecidos na Amazónia

Grupos de indígenas e funcionários da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), no Brasil, protestaram, esta quinta-feira, em várias cidades do país para exigir justiça por Bruno Pereira e Dom Phillips, o ativista brasileiro e o jornalista britânico que desapareceram na Amazónia a 5 de junho.

Os dois terão sido assassinados quando circulavam no Vale do Javari, o segundo maior território indígena do Brasil. para investigar as ações de mineradores ilegais, madeireiros e invasores na região

Os trabalhadores pedem ainda melhores condições de trabalho e a demissão do presidente da FUNAI, Marcelo Augusto Xavier da Silva, por alegadamente não defender os interesses da comunidade.